Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livro de Reservas

Bem vindos! Sou apenas uma Turista cheia de bagagem, em viagem pela Vida, registando Reservas aqui e ali num Hotel chamado mundo.

Livro de Reservas

28.Jan.19

Blue Monday, blue days, blue week...

Mi
Na última segunda-feira, a mais triste do ano segundo os especialistas, foi o dia em que a minha família se voltou a vestir de luto pelo meu Tio. Centenas de pessoas morrem, todos os dias, porque haveria de ser eu uma privilegiada em ter sempre perto de mim as pessoas de quem gosto? As pessoas lidam com perdas, todos os dias, e tantas de formas tão cruéis... Mas eu não estava preparada. O meu dia tinha terminado bem: era já de noite e regressava a casa depois de uma sessão tão (...)
18.Dez.18

Dezembro.

Mi
É Dezembro. O mês que sempre preferi. É o mês que me dá um aconchego inexplicável, que desperta uma alegria adormecida pelo Outono fora. A ansiedade por Dezembro é sempre incontrolável. Menos este ano. O mês chegou e, na vergonha dos seus primeiros dias, quis a Vida (Deus!) que o meu avô partisse. Lidar com a Morte, faz-nos lidar, abruptamente, com a Vida. O cérebro teima em apagar aqueles momentos tão tristes - o choque de tocar no meu avô mas ele não ter o rosto quentinho (...)
18.Abr.18

Uma rotina de quatro empregos...

Mi
Na minha agenda continuo a rabiscar as coisas fofas de todos os dias que ainda não tive oportunidade de passar aqui para o Blog. As minhas últimas semanas resumem-se a uma palavra: trabalho; aliás, a duas palavras: quatro empregos. Há um ditado antigo que diz: "não há fome que não dê em fartura", mas o que mais me assusta é se a fartura também não pode dar em fome. Profissionalmente, sinto-me realizada, mesmo sem horários regulares, fins de semana ou dias de descanso: dou aulas (...)
25.Nov.17

Confissões #4

Mi
Nos últimos dias tenho relido os posts da rubrica Coisas Fofas que assinala 2 anos neste dia. Tem estado desactualizado, pois a dinâmica dos meus dias só aos poucos me vai permitindo sentar e apreciar, escrever, pensar... Lamento a mim própria ter dado uma pausa a esses posts, pois relê-los traz-me um conforto inexplicável. Nos últimos tempos a minha vida foi uma montanha russa de (...)