Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Livro de Reservas

Bem vindos! Sou apenas uma Turista cheia de bagagem, em viagem pela Vida, registando Reservas aqui e ali num Hotel chamado mundo.

Livro de Reservas

09.Out.18

Hashtag: Trintando !

Mi

O meu dia foi despretensioso, leve e simples: tal como quero continuar a minha Vida. Pensei planear uma festa grande, apenas para marcar o início de uma nova década, chegando, no entanto, à conclusão que seria apenas para fomentar um sentimento de pertença a um grande grupo de amigos, de camuflar a "solidão" de outros dias, de criar expectativas, de ser o centro das atenções e sentir-me mais especial; à minha maneira, fui o centro das atenções na mesma, de uma forma tão mais bonita e simples: cheguei ao trabalho e recebi votos inesperados e sinceros de Parabéns de colegas com que convivo nem há um mês, a minha avó ligou-me, o meu Namorado presenteou-me com um objetivo de vida, em que, mais uma vez, podemos construí-lo na companhia um do outro, recebi mensagens de pessoas importantes a quem posso dedicar o meu tempo, com mais qualidade em outros dias e, não esquecer, o bom que é abrir a caixa de e-mails e ter descontos que vêm mesmo a calhar nesta altura de mudança de casa! Comi bolo de aniversário com marshmallows, jantei com a minha Família, abracei os meus Pais. Enquanto regressávamos a casa pensei como a idade é um número e como é maravilhoso celebrar a Vida! Quero fazer muitos mais anivesários, não importa o que envelheça! Os cabelos brancos que já espreitam e as ruguinhas ao pé dos olhos já denunciam a idade física, mas não a que sinto espiritualmente. A Vida vai fazendo todo o sentido e tudo se vai encaixando com naturalidade.

 

Agora chegada aos 30 anos, consigo perceber que estou completamente no meu caminho. Passei a crise dos "vintes", onde longe vão os dias em que me sentia completamente inútil, sem objetivos concretos e muito perdida. Estou serena em mais um ano de Vida, feliz com tudo o que, na verdade, já tenho feito de importante. Para este ano que se segue tenho, também, objetivos concretos, mais pensados e maduros:

- continuar a manter o meu estilo de vida o mais tranquilo e neutro possível, desligando-me do que é material

- focar-me em tornar-me a melhor versão de mim, mesma, também fisicamente (e quem sabe competir em IFBB!)

- vai ser um ano de completa aprendizagem: vou empreender em algumas formações (aguardo, com ansiedade, a minha seleção num curso de especialização em tradução) e, eventualmente, apostar num pós-graduação com vertente de inglês e alemão. Isto acontece pois tenho repensado bem a minha "carreira profissional" na medida em que começa a ficar difícil ter de aceitar empregos temporários só para arranjar uns trocos. Preciso de algo coisas mais fixas com as quais possa conciliar a vida familiar, sem arrependimentos.

De resto, os dias hão-de vir, hei-de aprender muito mais, sorrir ainda mais e libertar-me de tudo o que possa ser acessório. Estou feliz com a entrada numa nova década, feliz e realizada com todo o percurso que tenho feito até aqui: chega uma altura em que é preciso parar de nos massacrarmos tanto e inferiorizar-nos tanto com monólogos interiores. Somos o suficiente, em cada momento.