Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Livro de Reservas

Bem vindos! Sou apenas uma Turista cheia de bagagem, em viagem pela Vida, registando Reservas aqui e ali num Hotel chamado mundo.

Livro de Reservas

05.Out.20

A caminho.

Mi

Não estamos (ainda)  no fim do ano, contudo sinto que um ciclo está prestes a ser concluído. Quando escrevi este post, não poderia sequer sonhar com as ferramentas que iriam chegar até mim para conseguir concretizar esta fé em mim que me comprometi a não perder. Desde há um par de semanas que sinto esta concretização: talvez por se aproximar o meu aniversário e porque esta pequena retrospetiva faz muito sentido para mim - sei que algo está para terminar e para dar lugar a novas realidades.

No início do ano, comecei a interessar-me, também, pela influência que os números podem ter no nosso desenvolvimento pessoal. Para quem não sabe, o ano de 2020 é um número 4 segundo a numerologia cabalística; o meu ano pessoal está no 4 - ou seja, esta é uma combinação explosiva de: persistência, trabalho árduo, determinação, melhoria de habilidades... enfim, um conjunto de características bem certeiras do que foi o período de Outubro de 2019 a Outubro de 2020. Estou quase a terminar este meu ciclo pessoal de número 4 já com alguns frutos e não podia estar mais feliz. Esta colheita positiva vai levar-me ao meu ano pessoal 5, que trará muita liberdade ao fazer o que gosto (tão certeiro...!).

Entretanto, tenho explorado muitas alternativas ao consumo consciente que já praticava e tenho aprendido coisas bastante interessantes. Deixarei algumas curiosidades e aprendizagens para outra oportunidade.

Hoje decidi vir aqui para não me esquecer do quanto estou grata pelo meu caminho, pelas conquistas e pela alegria que sinto em trabalhar sem depender de ninguém. Tem sido um caminho demorado, mas não impossível :)

 

Como é simples acreditar num amanhã, sem medos... Mesmo nos dias que me sinto fora deste corpo teimoso e preguiçoso por mudança, não há mais lugar para as vozes ténues e delimitadoras, para as mágoas passadas. Há lugar para mim e para tudo o que é novo e que está por acontecer.

E cá estou, em contagem decrescente rumo aos 32!