Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livro de Reservas

Bem vindos ao Blog de uma Técnica Superior de Turismo. Dificuldades, Histórias, Curiosidades, Horas de Desespero e de Realização.

28
Nov13

Goodbye, cruel world!

Mi
É oficial! Estou divorciada da hotelaria. Estive de férias, é verdade, e algumas coisas mudaram... segundo a minha perspectiva, para melhor... but who knows?
Para não pensarem que sou uma pessoa sem consideração nenhuma pela Hotelaria, esta área que prontamente me acolheu após longos meses no desemprego, partilho com vocês a minha carta de despedida que dirigi a este sector do Turismo:

Querida Hotelaria,
não sei bem como te dizer isto, mas como deves ter reparado as coisas entre nós já não andavam muito bem... no meio de todo o stress emocional que me foste causando, fui esquecendo os tempos em que fomos felizes e fui esquecendo o motivo que me levava a estar contigo, a trabalhar ao teu lado. Foste esgotando as minhas forças, a minha perseverança e sobretudo a minha sanidade mental. Desculpa, mas já não aguento mais... Tenho que te confessar que no tempo que estive de férias, no tempo que estivemos separadas, conheci outros locais de emprego, onde tudo me pareceu tão positivo e motivador. Experimentei um mundo onde não existem turnos da noite, onde não tenho que estar sozinha e a enlouquecer diariamente. Descobri que não tenho que passar o resto dos meus dias a fazer tostas, a aturar malucos que chamam a GNR por eu não expulsar os bêbados do Bar, a servir com a maior das cortesias as pessoas que vão lá para me humilhar... Encontrei um mundo novo, querida Hotelaria, e lamento imenso, mas tenho que continuar os meus sonhos sem ti. E desculpa que te diga, mas o problema aqui não sou eu... és mesmo tu! Sei que há pessoas que gostam de ti e que te acompanharão para sempre, mas eu não sou uma delas. Aprende a manter essas pessoas e vê se melhoras o teu mau feitio, para não afastares outras tantas de ti.
A minha decisão está tomada e quero divorciar-me de ti. Não há mais nada que possas fazer... não neste momento. 
Talvez nos voltemos a encontrar, não como tua escrava, mas como tua cliente.
Não me peças mais para voltar. Não me procures, porque eu vou fazer o mesmo. E cada vez que vir um anúncio para Recepcionista de Hotel não me vou dar nem ao trabalho de abrir... vou pensar é na pessoa que se vai desgraçar ao relacionar-se contigo.
Despeço-me aqui, Hotelaria, e espero mesmo não ter que te voltar a ver.

Até um dia,
A eterna Recepcionista.




(Este texto está em Desacordo Ortográfico)

Mais sobre mim

Check-in

Bem-vindos às dificuldades, às histórias, aos testemunhos e às curiosidades, às horas de desespero e de realização de uma Técnica Superior de Turismo que em part-time não passa de uma Turista vagueando pela vida, fazendo reservas aqui e ali num Hotel chamado Mundo.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Seguir também em...

Arquivo de Reservas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D